Bem longe....!

Posted on 03:19 In:
























Quem não gosta de recordar o passado? As pequenas coisas que marcaram a nossa infância...


Eu nasci em 1981, e lembro-me perfeitamente de poder brincar na rua à vontade, de ir a pé para a escola primária, de andar sempre com os joelhos esmurrados...


Na televisão, o meu herói era o He-Man! Na vida real eram os Europe =D! O Final Countdown tocava incessantemente no meu gira-discos. Depois vieram os Onda Choc e os Mini Stars.


Havia o programa Agora Escolha, com a Vera Roquette, em que podíamos votar numa de duas série, enquanto passavam os nossos desenhos animados preferidos. A Ana dos cabelos ruivos, o Dartagnan, o Tom Sawyer, o Bocas...


Á noite, na hora de dormir. dava o Vitinho, e um episódio do Bigs Bunny e dos seus amigos. Os iogurtes líquidos vinham em copinhos. O Fernando Pereira era líder de audiências com as suas imitações. Só havia dois canais, e chagava. Havia o Clube dos amigos Disney com o Júlio Isidro, o brinca-brincando, e os anúncios do Boca doce e da menina que dizia "Não, não! O coelhinho vai com o Pai Natal e o palhaço no comboio ao circo!!"

Saudades...

Beijinhos!



Reacções: 

O meu filho, take II

Posted on 03:05








...nasceu no dia 30 de
Novembro de 2003 às 21:09 de cesariana;
...pesava 2.975kg e media 47,5 cm;...começou a ir pró infantário com 2 anos;
...andou poucos dias antes de fazer 1 aninho;
...teve seus primeiros dentinhos com 7 meses;
...falou sua primeira palavra com 9 meses e foi: Mãe;
...usou fraldas até 02 anos;
...chupou chupeta até aos 4 anos;
...é super activo e cheio de energia...que despende a jogar futebol em todas as alturas, à minima oportunidade;
...Com 4 anos já sabia os nomes do plantel cmpleto do FCP, apenas associando os números aos nomes;
...aprendeu a ler em duas vezes que lhe expliquei, pouco antes de entrar na escola;
...é o melhor aluno, e o responsável de turma;
...tem como melhor amigos o Duarte e o André;
...não gosta de cães, tem muito medo...;
...come bem e de tudo, verduras, legumes, saladas e frutas, fazendo ele próprio a gestão das "porcarias";
...adora água e leite;...pega na mão de alguém e esfrega uma unha, quando está com sono;
...quer ser jogador de futebol, pintor de casas e vendedor de carros;
...não dorme sem lavar os dentinhos, nunca!
...adora o Disney Chanel, em especial o Phineas e Ferb;
...diz que não quer namoradas porque "as meninas são chatas";
...não liga aos carrinhos, ou aos bonecos de luta (do género Gormiti e Action Man);
...tem muito orgulho nos caracóis que todos elogiam e nos músculos das pernas que ganhou nos treinos;
...treina nas escolinhas do Sporting, mas é um portista ferrenho;
...não gosta sopa sem "pedaços";
...é o dono do meu coração!

Ser mãe é, como qualquer relação em que o amor seja a base, um risco e uma surpresa constantes. Há coisas que nos fazem sentir orgulhosos pelo que lhes transmitimos, ou do que eles conseguem alcançar sozinhos! Há outras que nos assustam, como saber se eles se vão dar bem na escola, em relação aos colegas...são coisas que não se conseguem controlar! Mas tenho fé que tudo vai correr muito bem para o meu menino :)












"A melhor maneira de ter bons filhos é fazê-los felizes." (Oscar Wilde)

Reacções: 

Não vás por aí...

Posted on 02:52

Não,não vás por aí!
O vento está forte,
As nuvens escurecem.
Não vás por aí!

Não vás por aí,
Porque é perigoso
E o perigo de te esvaíres
É o mesmo de me esvair!

Não,não vás por aí.
Alimenta este acto de preocupação
Que apenas existe
Pelo egoísmo de te querer

Fica aqui, senta aqui,
Eterniza este segundo no meu ser,
E então, se desejares, parte...vai!
Mas não te esqueças do que de teu ficou comigo...

Sofia Fidalgo

Reacções: 

Tudo se aprende?

Posted on 23:55

"Even angels learn to fly" (Fantasia)

E ao ouvir esta música, pensei repetidamente:

" Maybe even humans learn to love..."

Reacções: 

Atinadinha :)

Posted on 18:27 In: , , ,
Ora cá está mais uma definição daquelas típicas do autocarro, do centro de saúde, das filas de supermercado, ou de qualquer outro lugar onde as pessoas tenham que arranjar assunto para conversar com conhecidos, colegas ou mesmo"pessoas que já se viu em algum lado"!


Ia eu no 603 - autocarro óptimo para este tipo de conversa, já que dá mil voltas antes de chegar ao destino - quando a frase "mas ela sempre foi atinadinha..." me salta aos ouvidos. Até ao córtex foi um tirinho. O que raio é ser atinadinha?? Ok, se tivermos quatro anos, provavelmente é comer a sopa toda e não fazer birras. Mas elas estavam a falar de uma adulta. Será que é mais ou menos a mesma coisa, ou seja, comer e calar e piar fininho? Hum...

Raciocínio guardado, transportado para casa, transposto para o blog. Parece que atinei com a "missão". E, provavelmente, se aquelas senhoras estivessem a falar de mim, não iria ser atinadinha o adjectivo com o qual me descreveriam, apesar de, provavelmente, já ter sido "atinada" em muitas situações. E quase que seria capaz de pôr as minhas mãos no fogo em como aquela pessoa de quem falavam já desatinou muitas vezes.


Conclusão: é impossível definir alguém com um adjectivo, seja ele qual for.

Atinada, louca, sensível, bruta, meiga, fria, transparente, misteriosa, confiante, impulsiva, racional, generosa, egoísta, paciente, irascível... Não seremos todos um pouco assim? Compostos por antagonismos? Por opostos que se completam? Como saberíamos o que é belo se não soubéssemos o que é feio?...

Enfim, uma conversa no autocarro da qual as protagonistas já não devem ter qualquer recordação fez-me ficar a pensar. Cá está mais uma característica: cismática :)!


De qualquer modo, penso que só sabemos ser felizes quando nos aceitamos como um todo, com todas as características inerentes ao ser humano. Boas ou
más. Más ou boas. Nem boas nem más. Nem más nem boas. Simplesmente...características!
insegura, romântica, selvagem, sonhadora, pragmática,
(e eu ainda estou tãããão longe dessa aceitação...)

Beijinhos!!!

Sofia

Reacções: 

Nuno Júdice e eu...

Posted on 03:16 In: , ,

Reacções: 

Amanhã ou depois...

Posted on 16:32

Reacções: 

Paixões...

Posted on 23:26 In: ,

Depois de ver o blogue "http://quierofotografiar.blogspot.com/", lembrei-me de como adoro fotografia.


Não que me tivesse esquecido, claro, apenas não tenho pensado muito nessa minha paixão... Talvez seja altura de a explorar mais!


Viva a blogosfera e a inspiração!

Reacções: 

Há dias(e meses, e anos) assim...

Posted on 23:04 In: , ,



...apenas não me deixem ser feliz...!

Reacções: 

Indecisões

Posted on 01:06 In: , , ,




Cada passo que damos, mesmo que com a mais absoluta certeza, provém de uma indecisão. Talvez nem sequer a cheguemos a racionalizar, mas ela está lá, bem escondida por trás do que o nosso cérebro já comanda por instinto.
Podemos caminhar do lado direito ou esquerdo do passeio. Tomar café naquela confeitaria ao fim da rua ou naquele café mesmo ao lado de casa. Apertar bem os cordões ou fazê-lo à pressa. Tomar o pequeno almoço antes de sair de casa ou na rua. Ir trabalhar ou ficar a dormir, "doente" (doentes são aqueles que dizem nunca ter preguiça...). E tantas outras coisas, mais ou menos relevantes.






Agora reparem: Raquel acorda à hora certa para conseguir chegar ao trabalho a horas. Toma banho, lava os dentes...e de repente falha a água. Pode ignorar ou ligar para a companhia. Liga para a companhia, atrasa-se um pouco. Vê que tem uma mensagem irritante do ex-namorado. Penteia-se, põe aquele perfume que o ex odiava, só para se lembrar que quem o odeia agora é ela, aperta os cordões à pressa e sai, a passo rápido, em direcção à paragem do autocarro. Enquanto espera, tenciona comer algo na confeitaria no fim da rua. Caminha a passos largos, do lado esquerdo do passeio, a olhar para o chão. De repente tropeça. Alguém a impede de cair. Um desconhecido. Do lado direito do passeio não passava ninguém, e aquele desconhecido simpático mete conversa com ela. Tem um olhar arrebatador, e convida-a para recuperar do susto com um chá tomado na esplanada. Raquel aceita, e depois do chá decide ficar a conversar e faltar ao trabalho. Naquele dia conhecera o seu futuro marido, que mais tarde se revelou alcoólico e violento, e que fez com que a vida de Raquel acabasse no internamento do Hospital de Magalhães Lemos. Os três filhos que tivera entretanto foram entregues à segurança social, por maus tratos do pai e incapacidade psicológica da mãe.

Fim.


Agora...se a água não tivesse falhado, Raquel não teria apertado os cordões à pressa. Não teria pegado no telemóvel para ligar à companhia, nem visto a sms. Teria tomado o pequeno almoço em casa. Caminharia do lado direito do passeio para aproveitar a sombra. Não poria o maldito perfume, que o seu ex-namorado odiava mas o seu futuro marido adorou. E provavelmente, seria apenas mais um dia de trabalho, seguido de uns copos com as colegas, risos e o regresso a casa. Escolhas, racionais ou irracionais, serão o que muda o rumo das nossas vidas??? Ou será uma espécie de filme, para o qual o guião já foi feito à nascença, e que nos limitamos a protagonizar? O destino existe? Ou são pequenas coincidências que influenciam as grandes decisões?

Questões e mais questões...!

Sofia


Reacções: 
Há tanto tempo que não me perdia pelas aventuras culinárias!
Adoro cozinhar, improvisar, surpreender... E com a companhia do meu filhote ainda melhor :) As crianças adoram fazer-nos companhia nestas coisas!

Então hoje resolvi fazer Rebuçados de Ovo!

600g de açúcar;
12 gemas;
óleo, para moldar os rebuçados

Inicialmente, colocam-se 350 gramas de açúcar com um pouco de água ao lume, até atingir o ponto elevado (pouco depois de ferver, quando está a 106º).
Retira-se do lume e deixa-se arrefecer. Colocam-se então as gemas, devagar, e mexendo sem parar, para não cozerem. Lia-se o lume e continua a mexer-se sem parar, até engrossar bastante.

Untar uma superfície de mármore e as mãos com óleo, e moldar bolinhas com o preparado.

Para finalizar, colocar o restante açúcar com um pouco de água, até ficar em ponto de pasta. Mergulhar então os rebuçados, e deixar a secar em cima da superfície com óleo! Pode depois embrulhar-se em celofane, e é uma prenda bonita, deliciosa e original! :)

Depois, com as claras, fiz Molotof.

Bastou bater as 12 claras em castelo, acrescentar 1 colher de sopa de açúcar por clara, e 3 colheres de caramelo frio. Untar a forma com caramelo e levar ao forno pré aquecido a 200 graus, 5 minutos por clara, em banho Maria ;)

Espero que possa inspirar alguém com este devaneio de pré dia da mãe :)

Beijinhos

Sofia

Reacções: 

Welcome from wherever you are :)*

A minha Lista de blogues

Os meus vídeos :)

Loading...

Principes e Princesas deste Reino